Páginas

2012-06-05

Dia Mundial do Ambiente — 5 de Junho

Celebra-se hoje, pela 39.ª vez, o Dia Mundial do Ambiente, cuja cidade anfitriã este ano é o Rio de Janeiro. A temática deste ano é a Economia Verde. Muitas críticas têm sido feitas às boas intenções da economia verde. Na minha perspetiva o principal enviesamento desta ferramenta é a perspetiva antropocêntrica que têm sobre o mundo não humano, olhando os ecossistemas como entidades prestadoras de serviços. Será, porventura, pertinente relembrar a indignação com que Carl Sagan no seu livro Cosmos relata a presunção que uma das mais recentes espécies do planeta, o Homo Sapiens sapiens que apenas surgiu há cerca de 150 milhares de anos, olha o planeta terra como se fosse sua possessão e os ecossistemas como seus funcionários. É inegável que a qualidade dos ecossistemas é fundamental para o bem-estar das populações humanas, criticável é a atitude de arrogância que desenvolvemos para com o planeta que durante 4,5 mil milhões de anos congeminou, na sua mansa lentidão, e permitiu a nossa efémera existência. Bom seria que tomássemos a consciência de que o planeta e os ecossistemas já cá estavam muito antes de nós e que, certamente, permanecerão durante muitos milhões de anos após a nossa extinção como espécie. Bom seria que aprendêssemos a humildade de fazer parte do todo ao invés da boçalidade da sua apropriação.
Seria, contudo, insensato da minha parte jogar o menino fora com a água do banho. A economia verde pode ser uma ferramenta importante no combate às agressões ambientais, à pobreza e dar um importante contributo para o desenvolvimento das sociedades humanas. 
Em baixo poderá consultar o relatório (em inglês) PNUMA — Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente — (UNEP na versão inglesa da sigla), publicado em dezembro de 2011.

Um feliz dia Mundial do Ambiente.

Green Economy Report Final Dec 2011

Enviar um comentário