Páginas

2012-05-23

Wonderbags (notícias de África do Sul)



A Sul Africana Sarah Collins, desenvolveu uma tecnologia que permite cozinhar reduzindo em 30% as emissões de dióxido de carbono. Essa tecnologia é o Wonderbag, um saco térmico feito de poliestireno reciclado e tecido que permite que os alimentos acabem de cozinhar no seu interior. Depois de levantar fervura no bico de um fogão tradicional, o tacho é colocado no interior do wonderbag e os alimentos acabam de cozer. Além permitir poupar energia e diminuir a poluição, os wonderbags, promotores das tecnologia slow cook, garantem uma melhor qualidade nutricional dos alimentos porque permitem uma cozedura mais lenta e a temperaturas mais baixas. Um tacho de arroz, colocado no wonderbag depois de 2 minutos de fervura no fogão, leva uma hora até ficar pronto. Um tacho com vegetais estufado leva o mesmo tempo depois de ferver 5 minutos no fogão. Sem pressas e ideal para levar a família num pic-nic.
No website promotor desta tecnologia refere-se que os wonderbags já permitiram poupar energia para dar 9 452 vezes a volta ao mundo e que se pretende evitar, durante os próximos 5 anos, que 8 milhões de toneladas de dióxido de carbono sejam lançadas para a atmosfera.
A wonderbag emprega pessoas de bairros pobres e, desde 2011, já criou 615 postos de trabalho e tenciona atingir os 8016 postos de trabalho em 2016.
Os sacos podem ser encomendados online em nb-wonderbag.com.

Enviar um comentário