Páginas

2012-05-10

Parlamento Europeu fora do Rio+20

Ontem o Parlamento europeu cancelou a sua participação no Rio+20. As razões apontadas prendem-se com os elevados custos de participação que o evento está a tomar. A especulação das unidades hoteleiras, que o governo Brasileiro não soube controlar, levam a que se esteja a pedir 600 € por noite e que apenas se aceitem marcações para um mínimo de 7 noites quando o evento dura apenas 3 dias.
Segundo o eurodeputado holandês Gerben-Jan Gerbrandy, líder da delegação, além das dificuldades referidas outra das razões de motiva a ausência da UE é que "As negociações não estão a ir na direcção certa".
José João Fernandes, presidente da Oikos afirma que "há uma demissão da UE em relação ao Rio".
Do ponto de vista pessoal parece-me que este crescente desinteresse da UE pelas questões ecológicas se prende com a crescente imposição do poder neoliberal que bajula os mercados e olha para o resto do planeta (incluindo as pessoas) como meros recursos a explorar. De facto, o que deveria ser uma Cimeira sustentada e promotora da sustentabilidade, transformou-se num processo especulativo onde cada um tenta apenas tirar os seus dividendos.
Assim é impossível. Ou mudamos mentalidades ou...

Créditos
Notícia: Parlamento Europeu desiste de participar na Rio+20, por Ricardo Garcia — Público em 09-05-2012.
Foto: Rio de Janeiro, 2011, por Ricardo Scholz.

Enviar um comentário