Páginas

2012-05-31

Entrevista com Jonathan Safran Foer

Jonathan Safran Foer é o autor do livro "Comer Animais" publicado em Portugal pela Bertrand. Numa entrevista dada ao The Ecologist em Janeiro de 2011, Foer refere diversos pontos cruciais na relação que existe entre os nossos hábitos alimentares e a degradação ambiental. O autor, à semelhança do que afirma no seu livro, fundamenta a sua crítica ao consumo de carne no sofrimento infligido a 50 mil milhões de animais que são criados pela indústria pecuária e nas consequências para o ambiente dado que a industria pecuária é a principal causa da emissão de gases com efeito estufa e ultrapassa largamente a quantidade de gases emitidos anualmente por todos os meios de transporte do mundo, incluindo os aéreos. Além disso, o uso desregrado de antibióticos na pecuária intensiva torna-os menos efetivos em situações onde o seu uso é imprescindível.
Jonathan prossegue afirmando que um ambientalista que consome carne tem um ponto cego (blindspot) e refere que a Greenpeace abandonou o consumo da carne e que há um largo debate na Oceana sobre a mesma questão. Foer considera também que figura do carnívoro ético é uma falácia porque mesmo que os animais sejam criados com boas condições de vida, isso não altera em nada o impacte que a sua criação tem no ambiente, mesmo na situação de produção de orgânica. No futuro, o importante não é haver mais vegetarianos no mundo, mas sim mais refeições vegetarianas.
A entrevista termina com o autor a reconhecer que existem incongruências e contradições em todos nós; contudo, o mais importante não é escondê-las, mas assumi-las para que com os outros possamos pensar na melhor forma as tentar ultrapassar e não usar o argumento da hipocrisia para justificar a inação total.
Pode aceder ao texto completo aqui (em inglês).

Créditos
Foto: Jonathan Safran Foer, por Elena Torre (Flickr).

Enviar um comentário